A solução hidrogénio chega ao Grupo Renault

Desde o ano 2014 a Renault, em parceria com a Symbio (filial do Grupo Michelin) tem vindo a desenvolver uma tecnologia para eliminar o obstáculo dos elétricos nos clientes Profissionais, a autonomia.

Considerada uma energia do futuro o hidrogénio passou nos testes todos do Grupo e será comercializado o Renault KANGOO Z.E. Hydrogen no final de 2019 e, em meados de 2020, o Renault MASTER Z.E. Hydrogen.

Na linha da frente dos veículos elétricos acessíveis, o Grupo Renault tem como objetivo conservar o seu papel de precursor na Europa e vai duplicar a sua gama Z.E. até 2022, passa assim de 4 para 8 modelos. Para alcançar um maior número de utilizadores de carros elétricos o Grupo irá eletrificar 12 modelos no horizonte do plano em 2022.

Até 2020, serão comercializados três modelos Renault com tecnologia híbrida: o Novo Clio (HEV), o Novo Captur (PHEV) e o Novos Mégane (PHEV).

As vantagens do hidrogénio nos veículos elétricos:

  • Até 3 vezes mais autonomia relativamente aos veículos 100% elétricos;
  • Carga rápida: máximo de 10 minutos para atestar o depósito;
  • Silenciosos (70 db) e sem emissões em utilização;
  • Veículos com certificação "zero riscos";
  • Um veículo concebido para as cidades do futuro;
  • Veículos práticos e com manutenção fácil.